Segurança Pessoal: saiba quando recorrer

A Segurança Pessoal pode ser conceituada como qualquer atitude, comportamento ou ação com o objetivo de promover a preservação da integridade física ou moral de uma pessoa. O objetivo principal desse tipo de segurança é prevenir e evitar riscos que possam causar danos ao indivíduo. Entre os riscos mais comuns destacam-se: furto; assalto; sequestro; espionagem; chantagem; sabotagem; desmoralização; acidentes; agressões físicas ou morais.

Secret Service agents await the arrival of U.S. Presidential candidate Obama in Durham

As medidas de segurança pessoal a serem adotadas variam de acordo com ocupação, posição na sociedade e capacidade financeira de cada pessoa. A partir destes parâmetros, pode-se definir a quais tipos específicos de riscos pessoais cada indivíduo está exposto e demandar as medidas adequadas de prevenção e segurança. Estas podem ser classificadas de acordo com suas características de execução e natureza. Confira abaixo as principais:

 

– Dicas de Segurança Pessoal

São orientações sobre atitudes ou comportamentos preventivos que a pessoa deve seguir afim de reduzir riscos à sua segurança.

 

– Atividade de Segurança Pessoal Privada

Dependendo da sua posição social e financeira, o ínvido demandará, além das dicas, de segurança pessoal privada, que consiste em vigilantes qualificados e credenciados para garantirem a integridade física do contratante. Dentre a atividade de segurança pessoal privada está a de celebridades, executivos e autoridades.